Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Clementine Tangerina...e a tentativa de esquecimento...

por Clementine Tangerina, em 27.02.05



"...Hoje recebi os louros da arrumação que tentei fazer a uma das minhas gavetas, ainda não está tudo ordenado por cores, mas parece-me que a arrumação final está por perto. E ai posso começar a pensar em "comprar" novas roupas para lá colocar, pois ficarei com mais espaço e com mais disponibilidade para me aventurar em outras arrumações."



Mas afinal, hoje cheguei à conclusão de que não pretendo comprar roupas novas, nem fazer uma revolução nas minhas gavetas. Simplesmente porque aquela gaveta em questão ficou de vez fechada, e não pretendo voltar a abri-la em circunstância alguma. Desfiz-me de todas as coisas que me fizessem pensar na desarrumação, e nas roupas em causa. Estava cansada de ver a desarrumação, sempre igual e de ter vontade de ou as vestir todos os dias ou então desfazer-me delas para sempre, como acabei por fazer esta sexta-feira.Não vou dizer que foi fácil, porque não foi. Quando nos dão alguma coisa que verdadeiramente gostamos, que nos sentimos bem e que nos faz feliz então a separação é sempre dolorosa, por muito que já se espere esse resultado final. E comigo não foi diferente, bem tentei deixar as roupas a pessoas próximas, ou mesmo encaixota-las e deixa-las na dispensa...mas eu sabia que se o fizesse mais dia menos dia, acabava por as ir buscar e voltava a ter a desarrumação novamente no meu quarto, e desta vez eu não queria mesmo isso. Esta é a semana de adaptação ao novo espaço que criei no meu quarto. É o despertar para aquelas roupas que já não tenho e que me aqueciam nas noites mais frias, refrescavam nos dias mais quentes de verão.Alguns já me perguntaram o porquê de usar vezes sem conta o nome Clementine Tangerina...para aqueles que viram o filme"The eternal sunshine of a spotless mind" compreendem o porquê do meu fascínio pelas duas personagens, é claro que não se pode esquecer nada nem ninguém de um dia para o outro, mas podemos tentar faze-lo basta não querermos mais as migalhas, mas sim o pão inteiro. Basta acreditar que aquela gaveta merece estar arrumada, merece ser apreciada por todos como sendo um belo conjunto pertencente ao meu quarto. Cansei-me de ver o meu quarto virado do avesso, e por isso a partir desta semana tentarei mante-lo mais arrumado que nunca.

Autoria e outros dados (tags, etc)


"...só isto?"

por Clementine Tangerina, em 25.02.05


Se alguma coisa aprendi com o passar dos anos, foi a ter cuidado com as palavras e a maneira como acusava aos outros, dos erros que eles cometiam.
Durante alguns anos ouvi de alguns, que fulano Y e X iriam pagar por todos os erros que tinham cometido, por terem acusado alguns que me são próximos de coisas que eles nunca tinham feito ou dito.
Os anos foram passando e eu continuava sem ver a justiça a ser feita nesses casos. Por vezes pensava mesmo que não valia de nada estar calada ou mesmo ser educada, porque há pessoas que nos tiram do sério e não merecem a nossa educação. Mas com o passar do tempo, quando eu pensava que essas pessoas, não iriam ter o "juízo final" e não iriam pagar pelas palavras que proferiram contra a minha família, eis que o dia "d" chegou, e de camarote assisti vezes sem conta, as ditas pessoas engolirem tudo aquilo que nos tinham dito e que tanto mal nos fizeram.
Por isso hoje tento pensar muito bem antes de acusar, seja lá quem for, porque todos nós temos telhados de vidro...podem não ser telhados frágeis mas que com o passar dos anos, tendem a fragilizar-se e de vez enquanto a partir mais um pedaçinho.

Com o passar dos anos, e com o conhecimento é nos transmitida a "sabedoria" que em miúdos nunca sabíamos muito bem, o que significava, mas com o passar dos anos tudo muda e começamos a perceber o ponto de vista dos nossos pais quando em miúdos nos diziam para não fazer isto e aquilo.
Não passou muito tempo, desde que sai debaixo da saia da minha mãe (e acho que ainda não sai totalmente, e confesso que gosto) mas com o tempo que já passou, já aprendi coisas que em 24 anos nunca tinha aprendido e compreendido. Como é difícil estar de sorriso aberto, quando vimos as nossas lides domesticas menosprezadas, e quando nos dizem "...só fizeste isto?..." quando o "isto" significam horas e horas de trabalho e dedicação.
Mas a vida é mesmo assim, ontem eu dizia "...só isto?" hoje dizem-me a mim "...só isto" amanhã serei eu a responder como a minha mãe sempre me respondeu, " Sim, só isto!".

Autoria e outros dados (tags, etc)


Depois de um ano, o silêncio voltou a ser quebrado...

por Clementine Tangerina, em 21.02.05
Por vezes o medo e o receio de recebermos um "não" como resposta, faz-nos permanecer no nosso mundo, e não lutar por aquilo que realmente acreditamos.
Recentemente fui encorajada para tentar "arrumar" a desarrumação que ia na minha vida, a nível pessoal e profissional. Aparentemente para mim estava tudo arrumado, nas gavetas certas, por cores, por tipos de tecidos...mas afinal não estava mesmo tudo arrumado. A desarrumação era maior que a arrumação, e por isso tive que fazer uma limpeza geral, a começar pela dispensa para terminar na sala de estar.
Hoje recebi os louros da arrumação que tentei fazer a uma das minhas gavetas, ainda não está tudo ordenado por cores, mas parece-me que a arrumação final está por perto. E ai posso começar a pensar em "comprar" novas roupas para lá colocar, pois ficarei com mais espaço e com mais disponibilidade para me aventurar em outras arrumações.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O Dia "D"

por Clementine Tangerina, em 17.02.05


Este foi o primeiro passo para finalmente ter "coragem" e abrir o " Amor em Part-Time" que estava em banho Maria desde Novembro. Primeiro porque não conseguia configurar o blog como gostaria e depois porque não tinha ideias. Mas decidi que não passaria de hoje. Por inúmeros motivos, e um deles é que me vai "obrigar" a escrever com frequência, e bem preciso.
Sejam todos bem vindos, e saibam desde já que todas as criticas e sugestões são muito bem vindas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Feedly me...

follow us in feedly


Visitas


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D