Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





"Mr. Vertigo"

por Clementine Tangerina, em 02.06.05


Beja * Março.05

Hoje vi a repetição do programa "Por Outro Lado", na 2 e o convidado era o meu Deus Grego da escrita, o Sr. Paul Auster.
Fiquei surpreendida, há já algum tempo que não ficava colada ao ecrã a ver uma entrevista. Ele revelou ser mesmo um contador de histórias...falou...falou...falou e continuou a falar num timbre que é só dele. Teve direito a muitas virgulas e muitos pontos, mesmo ao jeito do sr. Auster.
Fiquei fascinada com as suas histórias e a maneira de falar e de estar.
Para mim a conversa teve o ponto alto quando ele disse a Ana Sousa Dias que ficava surpreendido quando alguns escritores escreviam quinze paginas por dia, já que ele apenas consegue escrever meia página no máximo e que quando isso acontece fica realmente feliz.
Ele revelou perder muitas horas na escolha das palavras, por isso apenas escreve meia página... e Ana sousa Dias perguntou-lhe se ele não perdia muito tempo com as frases e não com as palavras e ele simplesmente respondeu-lhe, "...mas são as palavras que fazem as frases..." e não foi preciso ele dizer mais nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Na vida Acredito que....

por Clementine Tangerina, em 02.06.05

Porto (Palacio de Cristal)* Maio.05


* Foi um ano de muita luta interior...
* valeu a pena todos os sacrificios...
* conheci pessoas muito mázinhas, mas que as boas apesar de serem poucas superaram em grande escala as más;
* amar é possivel, mesmo sendo pessoas do mesmo sexo e não tendo necessidade de as beijar na boca e de ir para a cama com elas;
* aprendi a expressar-me melhor e a não ter vergonha de assumir as minhas ideias;
* há pequenos olhares e pequenas palavras que ficam para sempre;
* vou conseguir encontrar o meu "eu" no documentário de Epilepsia...
* o egoismo não faz mesmo parte do meu vocabulario
* eu não quero apenas as migalhas dos outros que preciso do pão inteiro.
* há sempre esperança, mesmo quando pensamos que tudo está perdido.
* há mil e uma razões para lutarmos por aquilo que somos e por aquilo que acreditamos.
* A G. e o V. apareceram este ano para me ensinarem muita coisa e principalmente para eu ficar a admira-los muito enquanto seres humanos.

Obrigado*

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 3/3



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D