Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





...

por Clementine Tangerina, em 11.12.06
Fácil de Entender...


...foi realmente fácil de entender porque é que o CCB esgotou no sábado e tiveram que marcar data extra para ontem.
Confesso que os The gift são o grupo que mais concertos vi, desde a Vinyl Tour, passando pelo Film e Até ao AM-FM. Há uns anitos atrás (perto de 8) eu e um grupo de pessoas que falavam no Mirc tinhamos a mania de nos juntar em dias de concertos e iamos vê-los...as aventuras eram mais que muitas, e depois tinhamos sempre uns encontros mais que especiais com os 4 maravilhosos.
Ir a um concerto dos the gift sem os ter ao meu lado, foi estranho. Senti falta do H. a abanar a cabeça feito doidinho, da Pinipon a vibrar comigo, da minha irmã a acompanhar-nos nos nosso gritos de alegria.
Mas ontem acabou por ser uma noite especial, eles souberam mais uma vez, cativar-me... fizeram-me ter saudades dos convertos do Vinyl tour em que vibravamos ao som do "Real (get me for...)", do "Changes" , "How The End... Always End" e do "Dream with Someone Else's Dream" !
Ontem eles mostraram-nos um "Me Myself and I " diferente...ainda mais arrepiante...e uma " Song for a Blue Heart " com novos arranjos, mais amadurecida segundo eles, mas eu cá prefiro a versão original.
Foi sem dúvida mais uma grande noite, um BEST OF à moda dos the gift, com atenção aos cenários, as roupas e à entrada de palco, que aconteceu com a minha doce "La folie" !
Obigado Mags, muito obrigado por este presente de natal!

Autoria e outros dados (tags, etc)


CSI LX

por Clementine Tangerina, em 09.12.06
Quarta feira, vespera de feriado estava eu muito quentinha enroscada ao cobertor e a ver televisão, quando o telefone toca. Pois.... e quando menos esperamos do outro lado do telefone, chega uma má noticia.
Parece que tinham arrombado uma das portas da casa do J. e tinham aproveitado quando a empregada saiu e entraram para procurar ouro.
Foi um choque...ele estava em choque...a preocupação era a mãe claro...ainda para mais porque a hora era ridicula, foi entre as 18h e as 22h00 que eles ou ele, fez o assalto...uma hora estranha. A policia diz que como era vespera de feriado e como estava muito mau tempo devem ter pensado que não estava ninguém em casa...e felizmente não estava mesmo!
Foi um susto até perceber que ninguém estava em casa quando eles entraram...excepto claro o Alfie (o cão do J.) que deve ter levado algum murro porque ontem estava irreconhecivel, sossegado, e raramente olhava para nós.
No dia do assalto, a policia disse que no dia seguinte (6ª feira) a PJ iria lá para tirar as impressões digitais...
Ontem quando cheguei lá de manhã, não queria acreditar na desarrumação que tinham feito...parecia que tinha passado ali um tornado e deixado tudo de pantanas.
A PJ nada... ontem até à hora do jantar não tinham dado noticias...e a casa continuava com as gavetas abertas, cd's espalhados pela sala...roupa pelas escadas...enfim...nada! Quando começamos a jantar, lá tocou o telefone...parece que o fax que tinham enviado a pedir para uma equipa da PJ lá fosse tinha ido para o sitio errado e por isso só podiam lá passar hoje.
Confesso que na noite do assalto dormi traquilamente e não pensei muito no assunto, mas ontem como dormi lá custou-me mais a adormecer...de hora à hora estava a acordar...e qualquer barulho estranho era motivo de alerta. Foi mesmo uma noite perdida!
Enfim...hoje as 10 da manhã os senhores lá decidiram surpreender-nos e apareceram com as malinhas à CSI, onde tiraram o famoso pozinho magico e os pinceis...! No final...nem uma pista!!
Droga...foi a resposta..."...era alguem que só queria ouro...".
Enfim, apanhamos um susto de morte que tão cedo não vamos esquecer!

Autoria e outros dados (tags, etc)


...

por Clementine Tangerina, em 07.12.06



Eu quero...eu quero... terça-feira ir ao kinjolas...
Quem se quer juntar?

Autoria e outros dados (tags, etc)


...

por Clementine Tangerina, em 06.12.06



Ao jeito de Jeff Buckley...

- Gostava que me surpreendesses, mas de uma maneira única. Daquelas que me questionar vezes sem conta, "como é possivel?". Gostava que durante 1 mês olhasses para mim e conseguisses ler os meus pensamentos, e dai retirar ideias para a surpresa. Um olhar, um gesto, um sabor, aquele objecto que eu mirei na area e que disse que ficava bem na nossa sala. Gostava que soubesses o "Lover you should've come over" de trás para a frente e que soubesse cantar "Sometimes a man gets carried away, When he feels like he should be having his fun..." da maneira que só o Jeff sabe cantar. Que a conseguisses interpretar como se tivesse sido escrita por ti e para ti. Usarias nesse dia, aquela camisola que te ofereci, e que já te pedi vezes sem conta para a usares. Continuo a achar que não gostas dela...sim eu sei que ela é quentinha, mas já reparaste que já estamos no Outono? É a altura dela...o momento! As calças podiam ser uma daquelas que eu gosto, tu sabes quais...aquelas com bolsos enormes, onde consigo encaixar bem a minha mão e ficar quentinha.
Gostava que fosses tu, assim como és, mas com alguns adictivos que dão cor à vida...à minha vida!

Autoria e outros dados (tags, etc)


...

por Clementine Tangerina, em 05.12.06
Nunca me senti tão 'Scrat' como hoje...

Autoria e outros dados (tags, etc)


...

por Clementine Tangerina, em 03.12.06
Se tudo fosse diferente...
- Entra devagar, cuidado com o soalho, não permitas que ele emite sequer um som da madeira a ranger. Vira-te suavemente sem pressas e sem esperanças de encontrares logo no primeiro passo aquilo que procures. Não estranhes a escuridão pois é ela que torna isto um local único, e sem igual. Aqui tudo é possível, reviver os sonhos, esquecer os pesadelos e até quem sabe construir o futuro, mas sempre sem qualquer esperança e ambição, um dia de cada vez. Eu sei que te queres sentar, puxa essa cadeira que está ao canto, cuidado com os lenços que ai estão, são especiais para mim, ai estão desenhados pedaços da minha vivencia, e de alguns momentos por que passei, enquanto construia o meu "amanhã". Cuidado com o pé esquerdo da cadeira, não, não está partido apenas está sensivel e muito fragilizado.
Encosta-te suavemente e fecha os olhos, não custa nada, vá...experimenta deixares ser-te guiado por algo que desconheces...o cheiro, a música, o toque, o ambiente. Verás que quando abrires os olhos, muita coisa mudou. Basta quereres.

Autoria e outros dados (tags, etc)


...

por Clementine Tangerina, em 02.12.06

Parabéns fofita...

Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra «amigo».
«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!
«Amigo» é o erro corrigido,

Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.

«Amigo» é a solidão derrotada!

«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!


Alexandre O’Neill


Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D