Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





...

por Clementine Tangerina, em 22.01.07
Há momentos em que perdemos a vontade de falar, de sorrir, e até de atender o telemovél aos amigos. Momentos que só quem nós é próximo nos compreende. Só quem sofre do mesmo, quem não compreende as mesmas coisas, quem não aceita, é que nos faz sentir que sofre da mesma dor que nós, que compreende aquela lágrima esquecida no nosso rosto e o significado de um abraço e de um lenço no momento certo.
Há momentos em que só um abraço da familia pode fazer esquecer por momentos a dor, a dor de se perceber que afinal a familia é mesmo o melhor que levamos desta vida. E que nem os amigos nestas alturas estão ao nosso lado. Porque efectivamente não estão. E a dor é tanta que isso deixa de fazer sentido, e o que realmente importa são os sorrisos que se conseguem arrancar depois de dias realmente dificeis.
Obrigado Mags. pelo telefonema...tu tiveste uma pontaria "santa" o telefone tocou, mas não te pude atender...não conseguia...mas obrigado...ficou registado o teu gesto, o teu carinho, apesar de não ter falado contigo. Só o facto de teres ligado fez-me sentir mais aconchegada. Obrigado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Luz do amanhecer a 22.01.2007 às 22:59

Compreendo-te bem. Nos momemntos mais dificeis os meus únicos amigos foram a família que estava a viver a mesma dor que eu. Quanto aos "outros" amigos,aqueles que ainda aparecem nessas alturas, só conseguem dizer palavras ocas e frases feitas que não tocam no coração.
Sem imagem de perfil

De Joana a 23.01.2007 às 07:40

eia tanta tristeza!
ó faxavori tá à arrebitar!
já dizia a minha avó que só faz falta quem está!
;)
Sem imagem de perfil

De shadow in love a 23.01.2007 às 10:12

Infelizmente há dores que nem os amigos nem a familia consegue atenuar por mais que queira, só o tempo e o saber lidar essa dor de dforma a passa-la para uma recordação... é claro que os amigos ajudam, um simples abarço ajuda muito...mas não atenua a dor.. depois palavras... leva-as o vento...bjos e pensaa que quem foi agora é um anjo que te guia...
Sem imagem de perfil

De alfacinha a 23.01.2007 às 16:33

mta força, linda!
sem dúvida q um colinho faz mt falta
Sem imagem de perfil

De Mariana a 23.01.2007 às 21:00

Animo...


Beijufas
*
Sem imagem de perfil

De Magnólia a 24.01.2007 às 21:42

Amiga não concordo nada com "luz do amanhecer", e estou totalmente no espirito da joana. Pois os amigos muitos deles já passaram por essa tua dor, e os amigos por mto q digam palavras "ocas" e frases feitas, o q nem smp aconteçe, pois ter um bom amigo nestas alturas vale muito acredita, e msm as frases feitas reconfortam tal como aquele abraço e a simples presença...conta cmg...bjs floridos...
Sem imagem de perfil

De Cocas a 25.01.2007 às 02:55

Há momentos em que queremos dizer alguma coisa confortante mas não conseguimos...mas há momentos que apenas a nossa presença, mesmo sem nada para dizer, já é muito :)
Força...
Sem imagem de perfil

De corvo do mar a 25.01.2007 às 11:30

mt mt mt mt força !!!
= )*
Sem imagem de perfil

De Flor a 26.01.2007 às 14:34

Sim,
há diferentes formas de sentir as coisas, mas acho q sentirmo-nos apoiadas, distraídas, mimadas... ajuda muito - oh se ajuda; e mesmo q sejam frases feitas, não deixam de ser frases de apoio, de carinho, de apoio.
Mas cada um sente as coisas como sente, eu só posso respeitar. Estarei sempre aqui para te dar um colo, um abraço, um beijo...
Sem imagem de perfil

De Luz do amanhecer a 26.01.2007 às 23:17

Magnólia,
A minha intenção não é ofender "os anigos" até porque não sei qual é o caso concreto e se os amigos já passaram pelo mesmo ou não... Estava a falar daquilo que já se passou comigo e foi assim que me senti...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D