Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Ajudar...

por Clementine Tangerina, em 21.07.06

Há uns dias atrás conversava com a L. (noiva) sobre a quantidade de invisuais que encontramos nas estações de metro da capital, que fosse a que hora fosse que encontrávamos sempre algum a sair na nossa estação de metro (estações diferentes). Ela dizia-me que tinha havido um período que tinha receio de perguntar a um desses senhores se precisava de ajuda (para subir as escadas, para indicar o caminho...) que tinha sempre medo que lhe dessem respostas tortas e que ainda se ficasse a sentir mal por ter questionado. Revelou-me que um dia enquanto ia no barco para ir para uma noitada com o namorado, que um amigo do namorado que tinha ido com eles, abordou um jovem rapaz invisual e que lhe questionou se ele precisava de ajuda, ela pensou que o jovem iria responder mal ao amigo. Tal foi o espanto da L. que o rapaz aceitou a ajuda e ainda foi ao lado deles no barco e conversaram com ele o caminho todo. O amigo da L. levou-o até à paragem de autocarro e lá se despediu dele. Quando a ela me contou isto disse "...valente esse teu amigo..." mas logo a L. se apressou a dizer "...olha eu também tinha receio antes de assistir a esse episodio, e a partir desse dia ganhei forças para questionar sem medo as pessoas invisuais que vou apanhando por Lisboa..." eu meia confusa perguntei-lhe " ...mas eles não te dizem que não precisam de ajuda? " e ela alegremente disse-me "..não claro que não, eles dizem sempre que sim, que é uma enorme ajuda e agradecem sempre imenso".
Hoje a caminho para o trabalho, jurei a mim mesma que caso apanhasse algum invisual que lhe iria oferecer a minha ajuda, e assim foi. Sai na minha estação de metro e lá estava uma senhora a tentar subir as escadas, questionei-a e ela como a L. me tinha dito agradeceu e disse que sim que precisava de ajuda. Levei-a até à saída do metro e desejei-lhe um bom dia.
Não custa nada ajudar, muitas vezes pensamos '...ai o que vão pensar os outros...ai que vergonha' não é vergonha nenhuma, muito pelo contrario, se todos fizessem isto aqueles senhores teria uma vida um pouco melhor e iriam conseguir ultrapassar mais facilmente os obstáculos que muitas vezes lhe aparecem à frente.
E sei que hoje comecei o dia melhor!

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.07.2006 às 10:51

É por estas pequenas mas grandes atitudes que eu te a .Fico muito contente ,não custa nada ajudar o proximo um beijo deste refilão .
Sem imagem de perfil

De amor a 21.07.2006 às 11:11

Um dia também eu ajudei um miúdo no metro na estação do areeiro...levei-o para a plataforma e enquanto esperamos pelo metro ficamos na conversa...e aconteceu um episódio engraçado...o metro ainda nem tinha sido assinalado pela "senhora" e já o miúdo dizia que o estava a ouvir chegar...ri-mos os dois e eu sim...senti-me incapaz de tal poder auditivo.

Curiosamente ontem e hoje vi duas pessoas invisuais...com respectivas ajudas.

Obrigado pelo tema Andy...sempre atenta...é assim mesmo.

Bom dia!
Sem imagem de perfil

De Joana a 21.07.2006 às 11:20

Realmente começaste muito bem o dia!
Baden Powell ia ficar orgulhoso de ti!
:)

Eu tembém tenho algum receio e acabo sempre por nunca perguntar se as pessoas precisam de ajuda... agpra já sei! :)
Sem imagem de perfil

De anamoris a 21.07.2006 às 11:27

Tento sempre ajudar, de vez enquando alguém tem uma resposta mais agressiva, mas geralmente aceitam a ajuda e agradecem.
É energia positiva partilhada.
Beijos bom fim de semana.
Sem imagem de perfil

De Batixa a 21.07.2006 às 15:03

Esclareceste-me uma dúvida que tinha! obrigado!
***
Sem imagem de perfil

De Carla a 21.07.2006 às 22:13

cada dia é um dia melhor?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D