Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Depois da Visita

por Clementine Tangerina, em 08.07.09


(...) Raul continuou a escrever e a fazer alguns contactos com a editora para resolver algumas questões burocráticas da edição do livro que estava a escrever.

Depois de falar para a editora e acertar tudo o que estava pendente, dedicou-se inteiramente à escrita e passou para o computador os rabiscos que tinha escrito numas folhas de papel. Gostava de escrever tudo em papel e só depois passar para o computador, pois sabia que quando fizesse esse processo havia coisas que iria alterar, porque lhe soavam melhor.

Já passavam das sete da tarde quando olhou para o relógio e de imediato pensou em Leonor. Foi à janela e não a viu. Decidiu vestir algo mais quente e foi ter com ela.

- Posso entrar ? - Perguntou ele à porta da sala
- Sim, Raul entra estou só a trocar de roupa.
Raul esperou na varanda por Leonor, parecia estar ausente.
- Olá olá, muito pensativo!
- Não, estou ainda a desligar das personagens que estou a escrever.
- E quando é que me deixas ler uma pagina que seja ?
- Quando quiseres...
-Quero muito...
- Nô , que me dizes de irmos jantar fora ? Apetecia-me mudar de ares...como estive a tarde em casa, agora preciso ver outras pessoas...
- Estás a dizer que a minha companhia não é boa?
- Estás tolinha? Nada disso, mas normalmente quando estou em processo de escrita, gosto sempre ver ir a sítios diferentes e ver pessoas diferentes, talvez para inspiração, talvez para minha distracção.
- Tudo bem, então onde vamos? Não conheço nada aqui...
- Vamos à tia Arminda, ela tem sempre o melhor peixe fresco da terra...
- Concordo plenamente...também me apetecia um peixinho!
- Estás pronta?
- Claro que sim! Vamos!
Em menos de nada estavam sentados à mesa do restaurante, com vista para o mar, pediram uma garrafa de vinho branco gelado para acompanhar um peixe que ambos adoravam, imperador.
- Então como correu a tarde ? Houve avanços na história? - Perguntou curiosa.
- Sim, foi produtivo consegui escrever algumas páginas foi bom.
- Foi impressão minha ou recebeste visitas?
- Sim recebi!
- uhm!
Raul não adiantou muita conversa, e Leonor ficou furiosa por ele não ter desvendado o mistério da visita. O jantar chegou e Raul perspicaz como só ele era percebeu que Leonor estava aborrecida.
- Está tudo bem Leonor ? Pareces aborrecida? Algum problema?
- Não, nada de especial, isto passa!
- Queres falar sobre isso?
- Não, por favor não faças perguntas!
Raul podia ser muita coisa, mas burro era coisa que não era! Sabia perfeitamente o motivo da mudança de feitio de Leonor, mas não lhe queria dar o gosto de lhe revelar a identificação da sua visita desta tarde. « Vais sofrer Nô...vais...não há nada a esconder, mas pela forma que perguntaste pareces ciumenta....e eu adoro mulheres com um pingo de ciumes...» pensou ele enquanto saboreava o peixe.
- Amanhã estou a pensar ir dar uma volta pelos arredores, estou aqui faz amanhã quinze dias e ainda não sai daqui, queria aproveitar para conhecer as aldeias aqui perto. - informou Leonor.
- Acho que fazes bem, há por aqui monumentos históricos lindíssimos. Se quiseres empresto-te um guia que tenho em casa, que me deram no posto de turismo.

Leonor concordou, mas ficou ainda mais aborrecida por Raul não se ter oferecido para ir com ela, começou a matutar na sua mudança de comportamento. « Não estou a perceber a mudança de comportamento...não estou mesmo» pensou Leonor enquanto olhava fixamente para o mar.
Raul tinha um grande defeito, adorava jogos e sabia que Leonor não tinha paciência e isso dava-lhe algum prazer. Sabia perfeitamente que ela queria que ele fosse com ela no dia seguinte conhecer as aldeias, mas para ele o facto de não ir, sabia que ia despertar uma certa curiosidade, de perceber porque não tinha ido.
- Fazes bem, em ficar a trabalhar tens mesmo que te dedicar à escrita. - Disse Leonor com ar mandona.
- Mas eu não vou ficar a trabalhar, tenho visitas amanhã e vou tirar uma folga...também preciso de vez enquanto dar descanso à escrita. - respondeu-lhe Raul com um enorme ar de gozo e esperando que ela lhe perguntasse quem seriam as tais visitas.
- Ahhh! ( com um ar de enjoada!) Claro que tens direito...até faz bem!

Leonor segurou-se para não lhe perguntar quem seriam as visitas, e Raul sem que Leonor percebeu-se esboçou um sorriso ao perceber que ela tinha se segurado para não lhe fazer a tal pergunta.
Acabaram de jantar e foram dar uma caminhada junto à praia para aproveitar a noite, que apesar de fresca estava bastante agradável.
Enquanto caminhavam ambos tinham vontade de fazer perguntas, mas com as manias de não darem o braço a torcer mantiveram-se calados a apreciar o mar, até que o telemóvel de Raul tocou.
- Olá minha querida, Sim está tudo combinado para amanhã! Espero-te por volta da hora do almoço é isso? Então fica combinado...não, não preciso de nada! Alias se vires que há correspondencia nova traz-me que pode ser alguma coisa importante. Então faz boa viagem, vem com cuidado. Beijinhos.
Raul sabia que não podia fugir das explicações, depois daquele telefonema, por educação tinha que se justificar. (...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


12 comentários

Sem imagem de perfil

De AR a 08.07.2009 às 12:21

Emocionante! Quero mais!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.07.2009 às 13:09

estou a adorar a história :)
Tb quero mais lol =)
Sofia*
Sem imagem de perfil

De Este Blogue precisa de um nome a 08.07.2009 às 13:31

Estou a adorar...é a secretária/editora/irmã!!!! Quero mais!!!!
Sem imagem de perfil

De Miguel a 08.07.2009 às 17:30

Mulheres... então a fulana conhece o homem há pouquissímo tempo, não tem qualquer tipo de relação amorosa com ele e ainda fica com ciúmes por saber que ele vais encontrar-se com uma outra mulher que pode muito bem ser a sua revisora de texto!!!
Oh Raúl, foge dessa tipa!!
;)
Sem imagem de perfil

De MaryJane a 08.07.2009 às 18:23

É a editora outra vez...ou entao nao...
Acho que esta historia ainda nos vai surpreender muito:)

Bjinho
Sem imagem de perfil

De Unhas de princesa a 08.07.2009 às 19:24

Quem será, quem será???
Tou curiosa! :)
Sem imagem de perfil

De Blondie a 08.07.2009 às 20:48

Escreve mais mais mais PFFFFFF! É o mal dos blogs, eu quando gosto de um livro, lei-o seguido!não aguento ficar na dúvida da história e não saber o fim...aqui leio "às pingunhas" :(
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.07.2009 às 21:06

Muito Bom....
E a outra história...a dos presentes?
Continuem...
Bom trabalho
Beijinho
S
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.07.2009 às 21:10

E a história de Miguel e Gisela? Não acabou.....quero mais.....
Beijinhos
Si
Sem imagem de perfil

De Miss R. a 08.07.2009 às 22:24

aiii k empolgação!! conta maiiiis!! =)

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D