Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Os factos consumados...

por Clementine Tangerina, em 10.07.09



(....) Miguel fez um esforço para convencer Gisela que o seu casamento desde o primeiro dia era uma farsa.

- Miguel, tens noção que isso é o que todos dizem? Todos os homens casados e que querem ter uma relação extra-conjugal dizem isso às amantes.

-Gisela, mas tu não és minha amante e eu também não te quero como amante. Ofendes-me com essas tuas palavras.

- Desculpa mas não foi intenção minha, queria que percebesses que essa é a cantiga de todos os homens.

- Todos não, eu não sou assim, estou a ser o mais sincero possível. Deixa-me acabar de te contar a história do meu casamento.

- Continua então... - Afirmou Gisela a tentar demonstrar um ar de pouco interessada.

- Como já te disse a Maria engravidou pouco antes do nosso casamento, senti-me na obrigação de casar com ela, afinal ela já tinha tudo pronto para o dia do nosso casamento, convites entregues, vestido, decoração, lua de mel marcada...tudo! Tentei por várias vezes falar com ela, mas ela parecia que sabia o que eu lhe ia dizer e fugia de mim a sete pés...quando me dei conta estavamos na véspera do grande dia e não podia acabar tudo...por respeito a ela e à família casei. Não foi o dia mais feliz da minha vida, não me diverti e passei o dia todo a fazer um esforço para parecer feliz, para que ninguém percebesse a minha tristeza.

- Mas que bela embrulhada te meteste.

- Sim, é verdade! Depois da lua de mel, a Maria começou a ter alguns problemas com o bebé...foi aconselhada a ficar em casa a partir do 4 mês de gravidez e até ao nascimento da criança. Foi um período muito complicado, ela não fazia praticamente nada em casa e eu tive que me desdobrar para conseguir dar conta do recado e ainda ter cabeça para trabalhar. Mas vou resumir a história se não ficamos aqui o dia todo e como sei tens trabalho para entregar.

- Sim é verdade tenho muito que fazer ainda de manhã.

- Os 9 meses passaram num instante e o bebé nasceu com alguns problemas respiratórios, volta e meia tínhamos que o levar para as urgências porque parava de respirar, com poucos dias de vida teve que ser operado...acabou por falecer com dois meses de vida e desde então a Maria não se conforma, está cada vez mais deprimida e a tentar sobreviver de depressão em depressão.

- Estou a ver o filme, e tu com pena dela tens-te mantido ao lado dela, para evitares dramas ainda maiores.

- Exactamente, o bebé morreu à cerca de dois anos e desde então que a nossa vida é feita separadamente, vivemos na mesma casa mas não dormimos juntos, não sou capaz de a abandonar.

- E a família dela o que te diz ?

- Eles tem sido muito compreensivos comigo, inclusive dizem que a Maria teve muita sorte por ter casado comigo, porque tenho sido um companheiro à seria. Apoiam-me e muitas vezes dizem-me que não sabem como é que eu aguento tanto dela.

- Isso é bom, eles reconhecerem que te tens esforçado.

- Sim, mas estou a chegar ao meu limite, estou cansado de viver um casamento que não existe e de ser mais um enfermeiro para a Maria, ela está doente e ninguém se quer convencer que tem que ser internada para ficar curada de uma vez por todas.

- Já explicaste isso aos teus sogros?

- Mais que uma vez, mas eles dizem que não...que ela não pode ser internada, começam logo com aquelas parvoíces, do que os vizinhos e os amigos vão dizer dela...ridículos. Gente que só pensa na aparência e nada mais.

- Que estás a pensar fazer ?

- Já pedi o divorcio à Maria...quero viver a minha vida, quero começar de novo, como se tivesse acabado de chegar dos Estados Unidos, quero e mereço ser feliz.


Sem se aperceber Gisela tinha mudado de postura, a mascara tinha-lhe caído e ela conseguiu compreender melhor Miguel e por minutos desejou abraça-lo e servir-lhe de ombro amigo.

O telefone tocou, Gisela pediu desculpa e atendeu.

- Sim, o relatório está quase...prometo que entrego antes do meio dia...até já! - respondeu Gisela às perguntas que lhe foram feitas.

- Desculpa mas não devia ter vindo, este não é o local...mas tinha que falar contigo...era importante para mim esclarecer tudo contigo, és importante para mim.

Gisela ficou envergonhada com as palavras de Miguel e sem perder muito tempo disse-lhe.

- Queres jantar comigo logo à noite ?


Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.07.2009 às 10:34

as voltas que a vida dá...

espectacular a historia:)

bjinhos
Sem imagem de perfil

De Filipa a 10.07.2009 às 15:13

Sinceramente,
O Amor-em-full-time deveria ser um blog de escrita. Tens mesmo veia de escritora e acho muito sinceramente que tens talento.
Posso sugerir que faças um livro online com publicações diàrias como fazes aqui mas só de uma história. Podia ser com fotografias tuas... tens tantas e tanto jeito... No fim tentas edita-lo à séria, em papel... o que dizes? É um desafio...
Estou contigo amiga! Estou cheia de saudades tuas!
Já te disse isto uma vez e digo-te novamente, Consegues sempre surpreender-me e pela positiva! És uma caixinha de surpresas e tenho orgulho em ser tua amiga! Muito mesmo!
Um beijo do tamanho do teu enorme talento escondido!
Sem imagem de perfil

De Clementine Tangerina a 10.07.2009 às 15:20

Pipa do meu coração,

Tu tb és uma caixinha... ;) Aiiiiiiii que saudades eu tenho da nossa kitty e tuas...muitas! Opaaaa temos que nos ver...! Xaudades muiiiiiiiiiiitas e obrigado pela tua motivação! Se tudo correr bem, todos estes textos vão dar o seu fruto! Assim espero! bjinhoooooooooos*
Sem imagem de perfil

De Sandra a 10.07.2009 às 16:44

Posso humildemente sugerir uma etiqueta diferente para casa historia?
Sem imagem de perfil

De Clementine Tangerina a 10.07.2009 às 17:31

Sandra:

Claro que sim! Tudo o que é para ajudar é bem vindo!
Sem imagem de perfil

De _Sunshine_ a 10.07.2009 às 17:35

Tenho acompanhado há algum tempo o teu blogue e agora não podia deixar de comentar.

As tuas histórias são simplesmente fantásticas. Óptima escrita e completamente viciante. Continua e muitos parabéns!
Sem imagem de perfil

De Clementine Tangerina a 10.07.2009 às 18:07

Sandra,

Alterei as etiquetas, ou seja, as etiquetas agora tem o nome da primeira história! E podem seguir pela etiqueta, para alem dos (...) que ligam à hirtória anterior!

Achas que funciona ? Diz-me o que estavas a pensar!
Sem imagem de perfil

De Sandra a 10.07.2009 às 18:49

Agora está optimo!!

Se clicar na etiqueta tenho fácil acesso aos post da mesma historia, do mais recente para o mais antigo. Assim posso acompanhar melhor as historias sem ficar confusa.

Obrigada e bom fim-de-semana!

Sandra
Sem imagem de perfil

De Sophie a 10.07.2009 às 20:10

Estou ali com a tua amiga!! ADORO a tua escrita!! beijinho
Sem imagem de perfil

De PASSION DESIRES a 10.07.2009 às 22:23

estou fascinada pelas tuas histórias, em pulgas para saber como vai ficar a historia do "nobel".

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D