Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Um dia de cada vez...

por Clementine Tangerina, em 24.03.09

Tenho-me sentido um pouco bicho do mato, confesso que sim. Tenho vivido mais para os outros e menos para mim. Não tenho tido tempo para reflectir, nem para lamentar tudo o que se passou nestes últimos meses, sim já lá vão quase 2 meses. Não tenho vontade de me sociabilizar com os meus amigos, não tenho vontade de abrir a boca seja lá para o que for. E ainda bem que a semana que passou o meu telefone apenas tocou uma vez, e a ela agradeci por me ter ligado, porque ela é sempre a que acerta nos dias que escolhe para me dizer um "olá, tenho saudades tuas...". Sem cobranças, sem justificações. Felizmente vou entrar de férias e mais que nunca sinto que preciso mesmo delas, como acho que nunca senti, como nunca precisei realmente na vida.

Estes dias tumultuosos que passaram ensinaram-me muito, e conheci muito dos outros e de mim. Senti-me só, no fundo do poço, a precisar de gritar quando tive que sorrir e abraçar sem vontade. Mas foi preciso passar pelo processo, aprender que uma vez na vida temos que ser o pilar e segurar tudo para que as coisas se aguentem e se fortaleçam.
Ontem começou uma nova semana, sem as preocupações por perto, sem a obrigações morais, apenas uma nova semana, uma nova perspectiva familiar. Ser adulto custa, mente quem diz que não!


Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Pastilhoka de Framboesa a 24.03.2009 às 10:44

So damn right! Quando somos crianças, queremos crescer rapidamente para semros adultos, e quando finalmente somos audltos, percebemos que bom, era voltarmos a ser crianças! Sem preocupaçõe, sem chatices, onde tudo são castelos encantados, principes e princesas e onde se vive feliz para sempre!
Em adulto, a cima de tudo, temos que aprender a deixar de viver para os outros e sabermos viver para nós e para os que nos faz sentir bem!
Espero que tudo melhore Clementine, que por aqui também se procura viver um dia de cada vez!

bjs
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.03.2009 às 11:32

Muita força!
Bjinhs
Ana
Sem imagem de perfil

De Lolipop a 24.03.2009 às 11:59

Oh, se custa! Mas temos que ultrapassar todos esses obstáculos com optimismo e com toda a energia que tens!

Vais ver que depois das férias vens renovadas!

Bjs*****
Sem imagem de perfil

De Sarokas a 24.03.2009 às 11:59

Se eu soubesse o que sei hoje muita coisa não tinha feita da forma que fiz. Talvez tivesse pensado mais em mim, e acreditado que os sonhos podem um dia tornar-se reais...
Mas agora há que viver cada dia e tentar mudar pouco a pouco a nossa vida.
Força.. E lembra-te que existem amigos que fazem milagres, basta um pequeno telefonema, ou ate mesmo uma msg! :)
Beijokas Electricas
Sem imagem de perfil

De Sarokas a 24.03.2009 às 12:05

Será que posso roubar descaradamente o texto com os devidos creditos?!
Obrigada!
Sem imagem de perfil

De Clementine Tangerina a 24.03.2009 às 12:06

Sarokas:

Claro que sim!
Sem imagem de perfil

De Pinipóne a 24.03.2009 às 12:12

O que eu queria mesmo, era o meu triciclo de volta, aquele com as 3 rodinha.
Mas como não é possível, acho que vou comprar uma bicla!
E mais uma coisinha, preciso de músicas dos oquestrada, e de uma saída de gajas e gajos ou só gajas e gajas e gajos e não sei mais o quê! Mas antes disso ponha-se "boa" e tenha todo o tempo do mundo para si, porque nestas alturas o pessoal quer-se é isolado para "arranjar" os alicerces da coisa ;o) Ká BJITO!
Sem imagem de perfil

De Miss Glitering a 24.03.2009 às 13:14

Querida Clementine,

O que vale é que depois há aquelas músicas que nos fazem acreditar que o tempo, que nos rouba tanta coisa, também nos dá a serenidade e a maturidade para distinguir o que é urgente do que é importante e como devemos lidar com as nossas fraquezas. Dá-nos sabedoria, tolerência, paciência, distância, objectividade, clareza mental. E abre-nos os olhos quando somos os únicos a não ver.

A música diz: "esta é uma noite para me lembrar que há qualquer coisa infinita como um firmamento, um sorriso, um abraço que transcende o tempo...".

E tudo voltar a estar nos seus devidos lugares, aqueles que dão conforto, norte e sul à nossa vida.

Um beijinho muito grande.
Sem imagem de perfil

De mg a 24.03.2009 às 13:23

não desanimes. ser adulta por vezes é mais desilusão que alegria. sinto isso tantas vezes. por vezes quereria regressar ao útero materno, protegida e amimada.mas força.uma mulher não desiste. vai ao fundo, mas trepa paredes e avança. amanhã o pensamento será melhor.
Sem imagem de perfil

De Joana a 24.03.2009 às 13:38

Eu acredito que tudo vai passar.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D