Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Vida Alheia...

por Clementine Tangerina, em 01.06.09

Questiono-me muitas vezes porque é que as pessoas se interessam mais pelas desgraças dos outros do que com as alegrias?
É verdade...se não vejamos...quando há um acidente nas estradas é ver toda a gente a reduzir a velocidade ( se não mesmo a parar) para ver a situação, já viram alguém parar o carro para verem dois apaixonados a beijarem-se ou a casarem?
As revistas cor de rosas já provaram que vendem mais com as desgraças das estrelas do que com a sua felicidade...o que vende é o drama de faca e alguidar não é os casamentos e os filhos.
Quantas vezes deram por vocês com vontade de ligar à pessoa x e y porque souberam que tem um problema de saúde ou está em fase de divorcio? E quando essa pessoa é promovida ou anunciou que vai viver com o namorado, a vossa vontade é nem um telefonema fazer.
Será que a felicidade alheia incomoda mesmo o ser humano? Será ?

Recentemente ouvi uma conversa e fiquei a matutar sobre:

Ele: A mulher do Guilherme está gravida?
Ela: ohh que bom p'ra eles ( com sarcasmo!)!
Ele: Por acaso é, eles queriam tanto engravidar..
Ela: Mas não é "eles queriam" é ela queria...engravidar só engravida ela e não ele... (ruída de inveja!)!
Ele: Ohhh não sejas assim, engravidaram é maneira de falar...
Ela: Olha que sejam muito felizes...longe!
Ele: Às vezes não te percebo...a sério que não...gostas tanto de crianças e depois tens esta reacção...ridícula!
Ela: Sabe-se lá porque!


Ouvi e registei...realmente há pessoas que tudo o que lhes rodeia lhes mete uma certa comichão...há pessoas que tentam a todo esforço imitar a vida alheia. Uma amiga recentemente revelou-me que tem uma familiar que é assim, que imita tudo e mais alguma coisa, quando ela engravidou a dita quis porque quis engravidar ao mesmo tempo, quando se soube que a minha amiga ia ter um rapaz a familiar desta ficou triste porque ia ter uma menina. Depois vieram os carros e as viagens...o que a minha amiga comprasse a outra comprava. Os filhos foram para o infantario e lá foi a dita colocar os miudos no mesmo local que a minha amiga, o marido ofereceu-lhe uma mala da Carolina Herrera no natal a outra teve que ter uma igualzinha, a minha amiga programou ir passar o ano novo a Veneza lá foi a outra atras...ohhhhh pesadelo...
Nem era preciso ir ter com a minha amiga para saber as novidades porque a outra era a vida espelhada da minha amiga em dosse dupla.
Confesso que a mim me mete um pouco confusão este tipo de pessoas, pois parece que não tem personalidade própria e que precisam da vida alheia para se sentirem vivas. Ridículas!

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Pinipóne a 01.06.2009 às 10:36

Ai o Johhny....! É o intímo do ser humano! Se tu tens, porque não haverei de ter? Relativamente a essa senhora, um bom neurologista ou até mesmo psiquiatra resolvia a situação, porque há coisas que têm limites e essa senhora com toda a certeza que não os têm... nem tão pouco saberá o que isso significa!

Ká Bjito!
Sem imagem de perfil

De Allie a 01.06.2009 às 11:01

O que eu vejo nessas situações, é que estamos a lidar com pessoas insatisfeitas com a sua vida e que, ou não sabem o que querem, ou não querem esforçar-se para alcançar o que as poderá fazer felizes. Um pouco de inveja, ciúme e mesquinhez fazem o resto e ao verem alguém, aparentemente, feliz e satisfeita com a sua vida, julgam que obtendo as mesmas coisas vão ficar mais satisfeitas. Puro erro!

Outra razão, pode passar por quererem ser aceites pela pessoa que copiam, ou pelas pessoas que admiram essa pessoa. De uma forma ou de outra, penso que precisam de alguma ajuda especializada.

No caso da tua amiga, começava a mandar umas boquinhas a ver se ela percebia. Contar uma história que na verdade seria a história delas. Ou então, falar-lhe directamente. Imagino que se torne aborrecido.
Sem imagem de perfil

De Flowerbomb a 01.06.2009 às 11:03

Eu conheço de perto um caso assim, quase crónico. Mais triste é quando isso acontece na família, entre irmãos ou primos. Não há dúvida que por detrás disso há uma muita inveja e uma insatisfação com a própria vida.
Sem imagem de perfil

De Feiticeira a 01.06.2009 às 12:04

Eu conheço pessoas que eu sei que lhes faz impressao quando tenho coisas boas na vida, mas quando há coisas más, é ver a quererem saber todos os pormenores e a dar o ombro para desabafar só para saber tudo, tudinho e refrescar-se na porcaria alheia. Agora digo eu... vão ser "felizes" para longe! Porque essas pessoas so trazem más energias.
Sem imagem de perfil

De Goma a 01.06.2009 às 12:16

Sim!! R-I-D-Í-C-U-L-A-S!!
Sem imagem de perfil

De Mnemósine a 01.06.2009 às 14:15

Mesmo! É triste de ver.
Sem imagem de perfil

De nanda a 01.06.2009 às 21:27

O ser humano, de um modo geral, é invejoso e "saboreia" as desgraças alheias. Eu acho-os tristes, desprovidos de encanto, pessoas sem vida própria, sem interesses que lhe preencham a alma.
Muito, mas muito sinceramente não sei o que é a inveja, no sentido maléfico, pesado. Claro que já tive "inveja" daqueles sapatitos ou daquele vestidito, nada de grave. Coisas de mulher...
Sem imagem de perfil

De mg a 02.06.2009 às 13:25

pois é. a inveja anda de braços dados com a maldade, é o que eu acho.
sei o que isso é, aliás penso que as mulheres no geral já experimentaram um pouco dessa pouca sorte:-ser invejada!
pois, eu já fui invejada pelos casamentos, pelos filhos, pela casa, e crediata ou não...até parece um bruxedo, foi tudo por água abaixo.
uma pessoa que é da minha família só não teve mais um filho de pois de eu ter tido a minha filha porque podia "sair" outro rapaz.
é que ela queria a força que o filho dela fosse a criança mais nova da família. estás a ver...
enfim. gente infeliz e insatisfeita.
os cães ladram a caravana passa.
jokas
mg
Sem imagem de perfil

De Amor_eterno a 05.06.2009 às 16:36

ás vezes a melhor coisa a fazer é fingir que essas pessoas não existem porque são do tipo que existe através dos outros e que, sem os que as rodeiam, sucumbiam por não terem ninguém que lhes mostre como é que se vive. na realidade são frustadas

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D